Aquele que eu tanto adiei.

Já não sei mais o que fazer ou qual caminho seguir. Ficar longe de você dói. Mas dói mais ainda a possibilidade de estar adiando o inevitável. Eu sabia onde estava me metendo desde o primeiro dia, ou pensei que soubesse. Mas eu lidaria com isso depois, dizia a mim mesma. Só que o depois enfim chegou e agora eu não sei lidar.

Sempre pensei que fosse mais forte que isso tudo e que encararia facilmente a distancia física, afinal não era a primeira vez que me colocava nessa situação. Mas nenhum deles era você. Nenhum deles se jogou de cabeça na bagunça que é minha vida e fez planos comigo. Nenhum deles me fez realmente acreditar no plano de 2 filhos e 3 cachorros. Você sim. E eu passei a te amar ainda mais por isso, o que torna tudo ainda mais difícil.

Sempre acreditei que o mundo fosse nosso, só não sabia que seria assim tão difícil conhecê-lo juntos. A verdade é que tenho medo. De que você mude e eu não me encaixe mais em sua vida. De que eu mude e encontre consolo em outro alguém. De nos magoarmos. De me acomodar e parar de ir atrás dos meus sonhos por estar ocupada vivendo o seu. De dar um fim triste pra uma história tão bonita.

Temos uma vida inteira pela frente e talvez agora seja a hora de aprender a encara-la sozinhos. Descobrindo novos sonhos, fazendo novos planos, nos permitindo andar por novos caminhos. Quanto ao futuro, resolvi parar de tentar prever.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s