Sobre o peso das decisões

mão-thumb-800x800-123654

 

Ser uma pessoa decidida nunca foi exatamente o meu forte. Não por não saber o que quero, mas justamente por querer coisas demais. Apesar de tudo, a maioria das minhas decisões levava em conta não só as minhas vontades, mas também a dos outros envolvidos.

O problema é que chega uma hora que não dá mais pra agir assim. E, mesmo seguindo os conselhos dos ouros, uma hora a consciência vai bater, você vai começar a se perguntar se é isso mesmo que você quer e não vai dar pra procrastinar a decisão. E enfim esse momento chegou pra mim.

Quando parecia que estava tudo definido, me dei conta de que não sabia se aquilo era minha vontade ou se estava apenas seguindo a maré. Pior ainda, depois de analisar tudo, bateu o medo de admitir pra mim mesma qual a decisão eu havia tomado, já que vai contra tudo que eu venho dizendo há quase dois anos.

Acontece que, apesar de existirem sim pessoas que podem ser afetas pelas minhas e pelas suas decisões, quem mais vai sofrer as consequências somos nós. Somos nós que vamos ter que suportar o peso delas no dia-a-dia. Somos nós que vamos nos perguntar se tomamos a decisão certa. E, principalmente, somos nós que vamos sentir falta do que quer que abdiquemos. “Cada escolha é uma renúncia”. Frase clichê, antiga e já bem conhecida, mas, infelizmente, uma das maiores verdades que eu conheço.

Anúncios

Nosso fim que nunca acaba

fto

Sonhei com você essa noite. Foi a quarta vez só essa semana. Tive medo de escrever sobre isso porque sei que a partir do momento que escrevo, eu preciso encarar a situação, e eu não sei se já estou pronta pra isso. Sabe como é, nossa história de idas e vindas sempre arranja um jeito de se estender por mais um capítulo, e eu hoje não tenho mais tanta ânsia de saber qual é o final.

Acho que o problema é que nos meus sonhos você é tão mais coerente que na vida real que parte de mim teima em achar que isso pode se tornar realidade. A gente já passou por tanta coisa que eu ainda me pergunto se eu fui a única que mudei em relação a isso tudo. Não é possível que você continue ai estagnado, tomando as mesmas atitudes erradas e esperando resultados diferentes. Eu gostaria realmente de saber quando você vai cair na real e perceber que nem tudo acontece do jeito que você quer, e se você não está disposto a mudar, uma hora as coais simplesmente vão parar de acontecer.

Olha, o mundo anda bem injusto e complicado, não sei se você já percebeu. Eu queria poder te fazer enxergar tudo isso, mas acontece que eu já aceitei que não depende só de mim. Quando é que você vai aceitar a realidade e começar a fazer sua parte?

Solidão

20140825-210839.jpg

É estar cercado de milhares de pessoas e mesmo assim sentir como se não pudesse contar com ninguém. É perceber que certas convenções fazem sentido pra todos, menos pra você. É um vazio que te faz se perguntar se realmente há alguém que se importe, a vontade de saber se é essencial na vida de alguém, a dúvida de se um dia faria alguma falta. É estar perdido dentro de si mesmo, apesar de todos afirmarem que nunca conheceram alguém não decidido. É a sensação de falta de sentido. É estar só e não ter a mínima ideia do que fazer a respeito disso.