Nem sempre vai ficar tudo bem

tumblr_static_tumblr_static_1m5u04dgh0o0os4cssg08o88k_640

Esse não é um texto sobre esperança. Muito menos pra te fazer acreditar que, no fim, vai dar tudo certo. Porque a verdade é que não é sempre que vai dar, não. Às vezes vai dar errado de todas as formas possíveis e imagináveis (talvez nem sempre imagináveis), por mais que você deseje e tenha feito de tudo pra dar certo. A vida nunca foi muito justa e nem sempre é a sua boa vontade que vai mudar isso.

Talvez aquela sua viagem tão bem planejada seja totalmente o oposto do que você planejou. Aquele emprego que você tanto quis acabou com alguém que falava mais idiomas que você. Você se esforçou pra caramba pra conseguir alguma coisa e ninguém deu o valor devido. O amor da sua vida já tem outro amor.

Às vezes são pequenas coisas. Mas às vezes essas derrotas se tornam tão grandes que a gente se pergunta se vai realmente conseguir superar aquilo Mas olha, vai sim. Talvez com algumas baitas cicatrizes, mas vai. Com um jeito de encarar o mundo totalmente diferente, mas vai. Nem sempre vai ficar tudo bem, não do jeito que você queria que ficasse. Mas vai ficar tudo certo, de uma forma ou de outra.

Esse não é um texto sobre esperança. Mas é pra te mostrar que isso tudo é inevitável. Que, no fim das contas, não é sempre culpa sua. Que se não fossem essas derrotas talvez você não desse tanto valor a tudo que vai conquistar depois. Que vai doer, pode até demorar, mas dor nenhuma dura pra sempre.

Anúncios

O tempo de cada um

20140702-203134.jpg

A verdade é que a vida não para esperar que fiquemos bem. As pessoas que vivem ao nosso redor também não. Toda vez que acontece algo de ruim ouvimos aquele básico “vai dar tudo certo, agora é bola pra frente e você vai se dar bem” e pronto, as pessoas acham que isso é o suficiente pra que você se recomponha e volte a viver como se nada tivesse acontecido.

Querem que você ande pelos mesmos lugares, fale com as mesmas pessoas, ouça as mesmas musicas e não lembre de nada do que se passou. “Já foi, acabou, você vai ficar bem, agora esqueça isso que eu preciso conversar sobre qualquer besteira”. Acontece que o que não faltam são pessoas te dando palpites sobre a vida, o que você deve fazer, a quem você deve ou não dar uma chance, quando na verdade elas esquecem que quem vai colher as consequências é você, e nem sempre elas estão ali pra ajudar.

Posso parecer meio dura, mas acho que, apesar de conselhos serem bem-vindos, as decisões são minhas porque quem vai ter que conviver com as consequências delas no futuro sou eu. E, se em algum momento eu precisar tirar mais que 20 minutos pra superar alguma coisa, eu vou fazer isso, apesar de todos esperarem o contrário. Dá licença, mas às vezes pra me entender eu preciso curtir a minha tristeza.